10 de outubro de 2017 - Em:

Grupo de assistidos do CAPS visitou a Casa de Cultura Popular Sobrado da Baronesa

Aberto diariamente à visitação pública em geral, o Sobrado da Baronesa, no qual se instala a Casa de Cultura do mesmo nome, recebeu na manhã desta terça-feira, da 10, a visita de uma equipe constituída por técnicos, profissionais e assistidos do Centro de Atenção Psicossocial-CAPS, da cidade do Assú. A unidade do CAPS é vinculada administrativamente à Secretaria Municipal de Saúde.

Na ocasião, de acordo com relato do secretário municipal adjunto de Cultura, Paulo Sérgio de Sá Leitão, todos puderam conhecer um pouco acerca da história do imóvel. “A gente fica muito feliz em receber a visita de todos que se interessam em procurar saber um pouco sobre o Sobrado da Baronesa e o seu significado cultural para o município. Estamos sempre de portas abertas para receber a todos indistintamente”, observou o secretário adjunto.

Ele registrou que a estrutura representa um dos mais significativos bens patrimoniais e históricos do Assú. Sua construção é anterior ao ano de 1825. O prédio possui esta denominação em alusão à assuense Belisária Lins Wanderley de Carvalho e Silva, que nele residiu quando casada com Felipe Neri de Carvalho e Silva, o Barão de Serra Branca, sendo ela, em consequência disto, agraciada com o título de Baronesa de Serra Branca.

 Imagens: Iveli Gondim/Reprodução