12 de outubro de 2017 - Em:

Setor de Saúde democratiza discussão contra erotização precoce do público infantil

Ação que vem se disseminando em diversos outros estados e municípios do país, a campanha denominada “Criança não namora, nem de brincadeira” contra a erotização precoce de crianças vem sendo multiplicada também em Assú. No contexto local a mobilização ganhou a adesão da Secretaria Municipal de Saúde. Nesta última quarta-feira, dia 11, a campanha foi objeto de uma rodada de conversa com moradores da área abrangida pela Unidade Básica de Saúde-UBS situada no bairro São João, de acordo com informação prestada pelo secretário Luís Eduardo, salientando que a experiência deverá chegar aos demais postos de atendimento de saúde do município.

Segundo o secretário municipal, o trabalho envolveu a equipe da própria UBS e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família-NASF. “foi um diálogo aberto contando com a participação dos profissionais de saúde e pais, adolescentes, crianças e habitantes do bairro e proximidades”, relatou Luís Eduardo. Ele registrou que a grande finalidade da campanha “Criança não namora, nem de brincadeira” é conseguir atrair o interesse de toda a população, por meio dos mais diversos setores sociais organizados, contra toda forma de exploração infantil. Para os especialistas, simular compromisso entre duas crianças, além de não ser saudável, traz malefícios para o desenvolvimento infantil.

Imagens: Assessoria/Reprodução