Facebook
TEMPO ASSÚ
Céu muito nublado
25°C
 
13 de abril de 2018 - Em:

Atividade de formação da RAPS abrangeu gestores e supervisores escolares

Aconteceu segunda-feira última, dia 9, nas dependências do auditório da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, localizada no Instituto Municipal Padre Ibiapina – IMPI, em Assú, uma etapa de formação que teve como público-alvo gestores e supervisores de unidades de ensino da rede pública local. A capacitação ocorreu no contexto do Protocolo de Saúde Mental do município, no âmbito da Rede de Proteção Psicossocial – RAPS, e possui três estágios: primeiro, abrangendo os docentes; segundo, grupos familiares; e, terceiro, estudantes.

O trabalho se insere dentro das ações conjugadas entre a pasta de Educação e Cultura e a Secretaria de Saúde, e que alcança outros segmentos da gestão pública municipal igualmente comprometidos com a boa execução da RAPS em Assú, que inclui órgãos da saúde tais como: Centro de Reabilitação Infantil – CRI; Centro de Atenção Psicossocial – CAPS; Unidades Básicas de Saúde – UBSs; Centro de Referência em Assistência Social – CRAS; Centro de Referência Especial em Assistência Social – CREAS, etc.

São elencados como eixos estratégicos para implementação da Rede os seguintes pontos: ampliação do acesso à rede de atenção integral à saúde mental; qualificação da rede de atenção integral à saúde mental; ações intersetoriais para reinserção social e reabilitação; e, ações de prevenção e de redução de danos. A RAPS foi instituída pela Portaria nº 3.088, de 23 de dezembro de 2011, que traz o modelo de atenção em saúde mental a partir do acesso, na promoção de direitos das pessoas baseada na convivência dessas pessoas dentro da sociedade.

Imagens : Jota Ribamar/Reprodução