Facebook
30 de outubro de 2017 - Em:

Construção de consórcio para criar serviço de inspeção intermunicipal foi discutida

A fim de debater o que é preciso cada município adotar com o objetivo de consolidar uma parceria entre as cidades de Assú, Ipanguaçu e Itajá para utilizar o Abatedouro Público Municipal assuense para o abate animal inspecionado – ação que se ampliaria também aos produtos de origem vegetal –, foi realizada sexta-feira, dia 27, uma reunião com representantes das três administrações municipais. Da Prefeitura do Assú participaram a secretária de Agricultura, Pecuária e Pesca, Sônia França; o adjunto da pasta, Alexandre Douglas; e, membros da Comissão do Serviço de Inspeção Municipal-SIM do Executivo.

Um dos pontos discutidos foi a necessidade de cada cidade dispor de sua legislação acerca da implementação do SIM. As comitivas de Itajá e Ipanguaçu exporão o que foi tratado aos respectivos prefeitos. Em seguida será agendada uma nova reunião na qual deverão ser trabalhados outros encaminhamentos com referência à efetivação do consórcio. No que tange ao abate animal, o projeto exigirá que algumas adequações estruturais se observem no Abatedouro Público Municipal do Assú de modo a comportar adequadamente a demanda proveniente dos outros dois municípios.

Em Assú, o prefeito Gustavo Soares editou a Portaria nº 570/2017, do dia 17 de agosto, versando sobre o sobre a definição dos integrantes da Comissão Técnica que operacionalizará o SIM. A constituição do SIM se deu por intermédio da Lei Municipal nº 556/2016. Foram designados para compor a referida Comissão do SIM os seguintes servidores públicos: médico veterinário José Roberto Ferreira Pinheiro, que desempenhará a função de Coordenador e Inspetor Sanitário; engenheiro agrônomo Raulino Cardoso Neto, Inspetor Sanitário; e, o técnico administrativo Carlos Daniel da Fé Fonsêca, Agente de Inspeção Sanitária.

Imagens: Alex Silva/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras