Facebook
22 de dezembro de 2018 - Em:

Prefeito diz que projeto com Emater e FBB agregará valor à economia rural

Lançado terça, dia 18, o projeto para reaproveitamento de águas cinzas (ou águas servidas), que contará com o Assú como um dos municípios participantes, reúne condição de fomentar a renda de quem vive no campo. Este é o raciocínio do prefeito Gustavo Montenegro Soares, que pôde tratar do projeto num encontro dia 14 deste mês em seu gabinete, com o gerente da agência do Banco do Brasil e, na oportunidade, representando a Fundação Banco do Brasil – FBB, Bruno Bryan; e, com a técnica do núcleo local da Emater/RN, Rafaela Cunha; e, o Assessor de Crédito da unidade regional da Emater/RN, Edimilson José.

O projeto, que envolverá em Assú uma dotação financeira de R$ 50 mil, oriunda da FBB, terá o município como parceiro no apoio logístico e a Emater/RN na prestação de serviços de assistência técnica. O sistema de Reuso de Águas Cinzas servirá para a produção de palmas e capim para nutrição animal. O objetivo é promover a irrigação localizada de palma forrageira por meio de água servida, após passar por tratamento. Para isso, será utilizado um sistema de filtro anaeróbico e conduzido, através de bombeamento, para uma caixa d´água que realizará a irrigação por gravidade.

É uma maneira de aproveitar racionalmente a água servida das propriedades rurais – originária das pias ou do banho – e que seria levada à rede de esgoto, fossa séptica ou despejada no quintal sem um aproveitamento adequado. O módulo inicial abrange as localidades de Canto do Umari, Meladinha, Boa Vista/Riacho, Curralinho, Areia Branca Piató, Caboclos, Monte Alegre, Torrões e Trapiá. A equipe do Assú no lançamento foi composta pela secretária de Agricultura, Pecuária e Pesca, Sônia França; e, os adjuntos Alexandre Douglas (Agricultura, Pecuária e Pesca) e Aparecida Dantas (Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação).

Imagens : Reprodução/Emater



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras