Facebook
TEMPO ASSÚ
Céu por vezes nublado
37°C
 
5 de janeiro de 2019 - Em:

Prefeito pede celeridade em etapa de obra da bueira para restabelecer tráfego

Mediante solicitação do prefeito Gustavo Montenegro Soares a Secretaria Municipal de Obras manteve gestões junto à empresa Inove Construções Ltda.-EPP, responsável pelo empreendimento, com o intuito de acelerar o processo de recomposição do trecho que foi interditado para a execução das obras de implementação da segunda fase do canal de águas pluviais que se origina na Rua Clara Macedo. Em virtude da necessidade de escavar as artérias para a implantação da tubulação subterrânea, parte das ruas Bernardo Vieira e José Leão foi interditada.

Os serviços foram iniciados dia 26 de dezembro e o prazo contratual para conclusão é de 90 dias. O valor do investimento totaliza R$ 213.145,12, recursos próprios da Prefeitura Municipal do Assú. “O prefeito requisitou que pudéssemos apressar um pouco a etapa de reconstituição da área em que houve escavação para que possamos desimpedir as ruas para o fluxo de veículos”, frisou o secretário. Ele lançou um prognóstico de que até o final da próxima semana, o trânsito possa ser liberado. “Esta é uma estimativa nossa que esperamos poder concretizar”, disse.

O projeto complementar do referido escoadouro foi determinado pelo prefeito Gustavo Soares que pretende ver atendida uma antiga reivindicação dos moradores do setor e equacionado definitivamente um gargalo de vários anos. De acordo com Marcelo Galvão, o desejo do chefe do Executivo assuense é que a canalização esteja pronta definitivamente ainda durante o primeiro trimestre de 2019. A estrutura de alvenaria visa assegurar a destinação adequada ao fluxo de água proveniente de chuvas e outras fontes. “Nossa intenção é dar resposta para este e outros problemas crônicos ainda existentes”, frisou Gustavo Soares.

Imagens: Alex Silva/Assessoria


 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras