Facebook

Secretária afirma que seminário que debateu Educação Inclusiva atingiu propósitos

Patrocinado pela gestão Gustavo Soares/Sandra Alves com o intuito de discutir a importância de gerar políticas públicas que aperfeiçoem a inserção de portadores de necessidades especiais na rede pública municipal de ensino, o 1º Seminário Municipal de Educação Inclusiva: Desafios e Perspectivas, vivenciado dias 26 e 27 de abril corrente, alcançou os objetivos para os quais foi proposto. A análise é da secretária de Educação e Cultura, Shirley Pinto, reforçando que o governo municipal possui toda a atenção ao tema.

Ela frisou que o seminário deu oportunidade para que o quadro docente da Prefeitura e de outras instituições pudesse ter uma imersão maior em torno da educação inclusiva. “O evento atendeu o anseio dos nossos professores, e também de unidades escolares da rede estadual e do setor privado, que tinham o interesse em acessar mais informações sobre o assunto”, observou Shirley Pinto. “Na realidade este seminário abriu um leque amplo de aprendizado acerca da educação inclusiva”, complementou a secretária de Educação e Cultura.

Shirley Pinto destacou que o seminário foi enriquecido pela presença do professor Joiran Medeiros, titular da Subcoordenadoria de Educação Especial – Suesp, da Secretaria Estadual de Educação e Cultura – SEEC, e dos professores que atuaram nas oficinas. Registrou que o governo Gustavo Soares/Sandra Alves valoriza a inclusão de pessoas com necessidades especiais de forma efetiva. Lembrou o convênio no valor de R$ 75 mil celebrado com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE e frisou que diálogo com o mesmo fim está avançando com a Associação dos Surdos do Assú – ASA.

Imagens: Alex Silva/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras