Facebook
23 de janeiro de 2020 - Em:

Secretária de Saúde discutiu com ACSs cadastramento que abrangerá toda a população

Um dos fundamentos do trabalho na Estratégia Saúde da Família – ESF, o cadastramento familiar compreendendo todo o espaço geográfico do município do Assú foi tema de uma reunião de trabalho conduzida pela secretária municipal de Saúde, Viviane Lima, contando com a presença de dirigentes da representação sindical da categoria e Agentes Comunitários de Saúde – ACSs locais. A agenda administrativa ocorreu no gabinete da secretária, na sede da pasta, no Centro Clínico Dr. Ezequiel Epaminondas da Fonseca Filho.

O cadastramento em questão tem por finalidade coletar informações para a realização do diagnóstico situacional em saúde. É uma atividade a ser realizada pelos ACSs e deve ser contínua, em virtude da dinamicidade do território do Assú e das famílias. O encontro definiu que a atividade cadastral foi prorrogada até o dia 15 de fevereiro próximo. Na mesma ocasião, explicou Viviane Lime, foram abordados os mecanismos a serem aplicados para que tal meta, exigência da União para a liberação de recursos federais para o município, seja alcançada.

Os ACSs, através das visitas domiciliares, fazem o cadastramento, identificam a situação de saneamento e moradia e fazem o acompanhamento mensal da situação de saúde das famílias. Com base nessas informações e mais os procedimentos realizados pelas ESFs nas Unidades Básicas de Saúde – UBSs ou no domicílio, a coordenação de Atenção Básica realiza periodicamente a consolidação de seus dados e os enviam para o Sistema de Informação da Atenção Básica – SIAB, órgão do Ministério da Saúde.

Imagem: Alex Silva/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras