Facebook
27 de janeiro de 2016 - Em:

Secretaria Municipal de Saúde alerta a População sobre Combate ao Mosquito da Dengue

A Secretaria de Saúde Alerta! NÃO DÊ FOLGA PARA O MOSQUITO DA DENGUE! Ele agora também transmite a chikungunya e a zika. Neste período de início das chuvas e com o surgimento de casos de microcefalia causada pelo zika vírus, é fundamental intensificar o combate ao mosquito Aedes aegypti.

 

Este alerta torna-se ainda mais relevante após a divulgação, pelo Ministério da Saúde, do último boletim epidemiológico, destacando que até 16 de janeiro já foram notificados 3893 casos suspeitos da doença. No Rio Grande do Norte foram 188 casos suspeitos notificados; destes, 121 estão em investigação, com 56 casos confirmados de microcefalia associada ao zika vírus, e 11 casos descartados.

 

Diante desta situação é necessário intensificarmos os cuidados com a limpeza de nossas casas, observando e eliminando diariamente possíveis focos criadouros do mosquito. O Ministério da Saúde orienta: O ciclo de reprodução do mosquito Aedes aegypti, do ovo à forma adulta, pode levar de 5 a 10 dias. Por isso, é preciso estar atento. Um balde esquecido no quintal ou um pratinho de planta, após uma chuva, podem facilmente se tornar um foco do mosquito e afetar toda a vizinhança. É importante verificar se a caixa d’água está vedada, pneus sem água e em lugares cobertos, garrafas e baldes vazios e com a boca virada para baixo, entre outras pequenas ações que podem evitar o nascimento do mosquito.

Essa é uma missão urgente, contínua e um dever de todos. Se destinarmos 10 minutos por semana para verificar as condições na nossa casa, se alertarmos os nossos vizinhos, todos juntos conseguiremos vencer esta batalha.

      ASSÚ NA LUTA CONTRA O AEDES AEGYPTI!

SEACOM



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras