Facebook
4 de abril de 2017 -

Trabalho de identificação de potenciais casos de Tuberculose prossegue em UBSs

Mesmo após a conclusão da Campanha Contra a Tuberculose, realizada sob recomendação do Ministério da Saúde e que chegou ao seu final no dia 31 de março, sexta-feira última, a tarefa de busca ativa com o objetivo de localizar eventuais pacientes que apresentem sintomatologia da doença vai ter continuidade. É o que destaca Leonora Costa, técnica em Vigilância Sanitária e coordenadora do programa de Prevenção Contra a Tuberculose da Secretaria Municipal de Saúde.

A técnica declarou que a Pesquisa de Sintomático Respiratório, feita gratuitamente pela rede de atendimento à saúde local, deverá permitir a identificação de cerca de 22 (vinte e dois) casos da doença no município ao longo de 2017, conforme a projeção estatística estabelecida para o Assú pelo Ministério da Saúde. Leonora Costa explicou que, para ser inserido neste gráfico, basta que o paciente tenha sido acometido por um resfriado/gripe e permaneça tossindo por duas semanas ou mais.

A coordenadora do Programa Contra a Tuberculose frisou que os casos efetivamente diagnosticados como sendo da doença recebem todo o tratamento sem qualquer custo para o paciente, inclusive com a distribuição de todo o medicamento necessário para o período de enfrentamento ao problema, enfatizando que o processo de recuperação tem um período mínimo de seis meses, mas poderá estender-se dependendo de cada caso. Adiantou, ainda, que o município absorve demanda de outras cidades para a realização do exame laboratorial que detecta a Tuberculose.

 Imagem: Ilustração



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras