Facebook
TEMPO ASSÚ
Céu limpo
30°C
 
29 de setembro de 2019 - Em: , , , ,

Ação com carros-fumacê contra o Aedes aegypti começará pelo bairro São João

A Secretaria Municipal de Saúde, da Prefeitura do Assú, inicia nesta segunda-feira, dia 30 de setembro, a aplicação de inseticida através do equipamento Ultra Baixo Volume (UBV) pesado, conhecido como carro-fumacê, nas regiões com maior número de notificações da circulação do mosquito Aedes aegypti. Segundo informação da secretária Viviane Lima, a ação visa reforçar o controle nas áreas que estão com um índice de infestação elevado de focos do inseto.

Os veículos, requisitados pelo município à Secretaria Estadual de Saúde Pública – Sesap, irão trabalhar simultaneamente em quatro ciclos que compreenderão todo o perímetro urbano do Assú para melhor cobertura de cada área. A Secretaria e o Setor de Endemias orientam que os moradores deixem as portas e janelas de suas residências abertas para maior circulação do produto no interior das casas, onde o transmissor da dengue, zika, chikungunya e outras arboviroses costuma se abrigar.

A borrifação intradomiciliar ocorrerá sempre no começo da manhã e no final da tarde. Os moradores podem acompanhar o itinerário dos carros-fumacê pelo portal oficial da Prefeitura do Assú: www.assu.rn.gov.br. O uso do produto é uma ação complementar das demais iniciativas de enfrentamento ao Aedes aegypti. Todos devem redobrar a atenção e realizar vistorias as casas para eliminar objetos que possam acumular água e se desfazer de qualquer recipiente que possa servir de criadouro.

A programação inicia nesta segunda-feira, dia 30, e vai se prolongar até o dia 15 de outubro, tendo a participação de 10 profissionais da Sesap e mais os Agentes de Combate às Endemias – ACE do município. A primeira atuação ocorrerá durante o período vespertino, nesta segunda, no bairro São João. Além deste setor, o tráfego dos carros-fumacê será observado, pela manhã e tarde nas seguintes comunidades urbanas com maior incidência de focos do Aedes: Vertentes, Carnaubinha, Dom Elizeu e Janduís.

Imagem: Reprodução



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras