Facebook
21 de setembro de 2015 - Em:

Assú discute criação efetiva da Rede de Urgência e Emergência na Região

 

A reunião, provocada pela Prefeitura do Assú e pela 8ª Região de Saúde, aconteceu na última quinta-feira (18/09), no Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos, contando com a presença de Luís Henrique Branquinho – técnico da coordenadoria de urgência e emergência da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Lucianny Guerra – secretária de saúde de Assú, Mariele Galvão – coordenadora estadual da Rede de Urgência e Emergência, Lidiane Garcia – gerente da II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap), Kleber Barreto – diretor do Hospital Regional, Vera Cristina – vice-presidente da Regional de Saúde, Marícia Gurjão- diretora municipal de regulação, entre outros.

Segundo a secretária municipal, Lucianny Guerra, o encontro foi para discutir principalmente o fortalecimento e a melhoria da RUE. “Levando em consideração os aspectos da regionalização, entre outros temas, estamos discutindo: UPA, ampliação do SAMU, criação de uma sala de estabilização e 10 leitos de retaguarda para agilizar e melhorar os atendimentos de urgência e emergência no Hospital Regional e para que os encaminhamentos só ocorram em casos de maior complexidade.  Além disso, também discutimos a liberação de recursos para aquisição dos equipamentos necessários para o funcionamento da UPA de Assú, cujo prédio esta em fase de conclusão”. Destacou Lucianny Guerra.

Luís Branquinho falou da visita: “Viemos visitar o Hospital Regional avaliar sua  capacidade instalada e sua capacidade na oferta e ampliação de leitos clínicos para que sejam retaguardas da RUE.  Também visitamos a UPA que está em fase final da obra,  posteriormente a isso, tem a necessidade de se aguardar os equipamentos para que ela possa entrar em funcionamento e também a capacitação e preparo dos profissionais que vão estar atuando dentro dessa unidade”, afirmou o representante do MS, que concluiu dizendo que a criação da RUE tem seu aval técnico e informando que solicitou um diagnóstico preciso de todos os hospitais da região para elaboração do desenho do Plano de Ação Regional para que seja apresentado ao MS.

 

O prefeito Ivan Júnior declarou que esta é uma oportunidade única de criar, de forma efetiva, a rede de urgência e emergência para atender a população de Assú e região, o que vai melhorar o atendimento e o tempo resposta, bem como o desenho da rede hospitalar. Salientando ainda, que com a rede de urgência e emergência outros municípios vizinhos também terão maior resolutividade e o cidadão será beneficiado com atendimento mais próximo de sua cidade.

A secretária Lucianny Guerra agendou para os dias 5 e 6 de outubro, uma audiência no Ministério da Saúde para discutir a liberação dos recursos para os equipamentos da UPA.

 

SEACOM – PMA

Fotos: Endson Esron



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras