Facebook
20 de dezembro de 2017 - Em:

Assú investe em Educação e Saúde bem acima da exigência mínima constitucional

Segundo números expostos pelo secretário executivo de Gestão da Prefeitura do Assú, Clebson Corsino, os indicadores levantados até o mês de outubro passado revelam que a administração do prefeito Gustavo Montenegro Soares investiu nos setores de Educação e Saúde recursos bem acima do mínimo exigido pela Constituição Federal. “São dados que comprovam, sem qualquer sombra de dúvida, que, mesmo diante de um ano marcado por dificuldades econômicas em nível nacional, e naturalmente esta crise se fez presente no Assú, o governo do prefeito Gustavo Soares agiu de forma serena e equilibrada, garantindo mais dinheiro nestas áreas vitais e mostrando que Educação e Saúde são prioridades”, declarou.

Tendo como lastro números confirmados por relatório elaborado pelo setor financeiro e contábil da Prefeitura, Clebson Corsino declarou que, até outubro, o comprometimento do governo municipal com investimentos na área de Educação representava 28,98% (vinte e oito vírgula noventa e oito por cento). Em relação ao segmento da Saúde o volume financeiro aportado atingiu a marca dos 27,51% (vinte e sete vírgula cinquenta e um por cento). A Constituição Federal exige que os municípios apliquem ao menos 25% (vinte e cinco por cento) de sua receita resultante de impostos e transferências na manutenção e no desenvolvimento da Educação. No caso da Saúde esta obrigatoriedade é de 15% (quinze por cento).

Imagem: Alex Silva/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras