Facebook
TEMPO ASSÚ
Céu por vezes nublado
34°C
 
22 de março de 2018 - Em:

CAPS inicia trabalho pioneiro com grupo de familiares de pacientes do órgão

A unidade do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, ligada à estrutura da Secretaria Municipal de Saúde, da Prefeitura do Assú, iniciou este mês, sendo a primeira experiência vivenciada na última segunda-feira, dia 19, um projeto que, de acordo com a enfermeira Kísia Cristina Oliveira Melo, se propõe fundamentalmente a fortalecer os laços do órgão e seus profissionais com os grupos familiares dos pacientes que recebem tratamento da repartição. Ela declarou que a intenção é que o projeto tenha periodicidade mensal, na própria sede do CAPS.
O CAPS é o ponto de atenção estratégicos da Rede de Atenção Psicossocial – RAPS, que são serviços de saúde de caráter aberto e comunitário constituído por equipe multiprofissional e que atua sobre a ótica interdisciplinar e realiza prioritariamente atendimento às pessoas com sofrimento ou transtorno mental, incluindo aquelas com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas, em sua área territorial, seja em situações de crise ou nos processos de reabilitação psicossocial e são substitutivos ao modelo asilar.
Kísia Cristina frisou que o objetivo primordial é permitir uma maior interação entre os que constituem a equipe multidisciplinar do CAPS e as famílias dos pacientes, reforçando o vínculo com estes e repassando orientações que poderão ser úteis à sequência do tratamento dos pacientes em seus próprios lares. O grupo familiar está sendo denominado de “Cuidando de Quem Cuida”. Nesta tarefa, disse a enfermeira – que responde também pela Coordenação de Saúde Mental da Secretaria de Saúde –, o CAPS engaja-se através dela própria, das psicólogas e psicopedagogas do quadro técnico.

Imagem : Alex Silva/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras