Facebook
23 de novembro de 2017 - Em:

Comitiva de Assú acompanhará Audiência Pública sobre Rota do Cordeiro Potiguar

Já integrado ao projeto Rota do Cordeiro Potiguar, o município do Assú participará, terça-feira próxima, dia 28, da Audiência Pública na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, em Natal, que abordará tal empreendimento. A confirmação é dada pelo coordenador do projeto na esfera da administração municipal, o diretor de Agricultura da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca, Willamy Fagundes. Além dele, deverão compor a representação da cidade o secretário executivo de Desenvolvimento Sustentável, Braz Barreto; agrônomo Raulino Cardoso; e, o técnico administrativo Carlos Daniel.

O Assú se integrou ao arco de cidades que aderiram ao projeto – criado no âmbito do Ministério da Integração Nacional e que, no Estado, é operacionalizado pelo SEBRAE/RN. O Ministério da Integração aprovou a inclusão do Estado à Rota do Cordeiro. Willamy Fagundes frisou que a medida reconhece a produção de ovinos e caprino em 19 municípios, que compõem o Polo Cordeiro Potiguar, e inclui o Rio Grande do Norte no rol de regiões que receberão recursos para fortalecer cadeia produtiva

A inserção do Assú à experiência se deu por ocasião da presença de uma equipe da Prefeitura ao encontro de revalidação das ações com o objetivo de implantar a Carteira de Projetos e Visão de Futuro da Rota do Cordeiro Potiguar, evento realizado em agosto no escritório regional do SEBRAE/RN, em Mossoró. O objetivo geral do projeto é profissionalizar a cadeia produtiva da ovinocaprinocultura, articulando os subsistemas de produção, processamento e comercialização por meio da criação de sistemas agroindustriais integrados.

O polo definido como Rota do Cordeiro Potiguar é constituído pelos municípios de Lajes, Fernando Pedroza, Pedro Avelino, Afonso Bezerra, Angicos, Santana dos Matos, São Rafael, Itaja, Ipanguaçu, Pendências, Carnaubais, Assú, Paraú, Upanema, Mossoró, Governador Dix-sept Rosado, Felipe Guerra, Apodi e Severiano Melo. Juntos, esses 19 municípios são responsáveis por um rebanho de 463.524 animais, entre ovinos e caprinos no estado do Rio Grande do Norte.

Imagem: Ilustração/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras