Facebook
TEMPO ASSÚ
Céu quase limpo
24°C
 
17 de fevereiro de 2018 - Em:

Empreendimentos foram visitados por equipe do Assú no Ceará e Paraíba

No dia 9 deste mês uma comitiva da Prefeitura do Assú visitou os municípios de Pereiro-CE e Uiraúna-PB com o propósito de ver de perto realizações na área de segurança eletrônica e energia sustentável. A representação assuense foi constituída pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Luís Oliveira; a secretária adjunta de Finanças, Aparecida Dantas; o secretário adjunto de Governo, Vagner Soares; e, o Agente de Desenvolvimento Municipal da Sala do Empreendedor, Wallisson Farias.
A viagem foi orientada pelo prefeito Gustavo Montenegro Soares e objetivou permitir um maior conhecimento sobre experiências e realizações que possam ser absorvidas no contexto local. Na cidade cearense a equipe do Assú conheceu as instalações da empresa Brisanet e, mais precisamente, o sistema de videomonitoramento ali existente, que pode servir de espelho para idêntico investimento que está sendo planejado para o município, com participação da Prefeitura, da própria Brisanet, Viva Telecom, Atacadão Vieira, dentre outros.
Para essa ação há ainda a disponibilidade de uma emenda parlamentar de R$ 100.000,00 (Cem mil reais) em prol do município, sugerida pelo deputado George Soares. O secretário Luís Oliveira disse que a agenda propiciou não só ter uma ideia mais exata do sistema de vigilância eletrônica da empresa, exibido virtualmente em Assú quando da Audiência Pública ocorrida dia 26 de janeiro, como avançar no diálogo para implementar o projeto no município o quanto antes. “O prefeito Gustavo Soares quer efetivar o sistema o mais breve possível”, reiterou.
No município paraibano a delegação assuense pôde se inteirar acerca do projeto de fogão solar parabólico, que detém um elevado índice de eficiência energética. A secretária Aparecida Dantas ressaltou que esta tecnologia, sendo bem aproveitada, se configura numa excelente opção para redução do consumo de gás de cozinha e utilização de lenha, propiciando bom impacto econômico e ambiental. “Este é um projeto bastante viável e que pode ser amplamente aproveitado pela população do Assú, tanto da cidade quanto da zona rural”, disse.

imagens: Marcos Costa/Assessoria