Facebook
10 de abril de 2017 -

Gustavo Soares: “Estamos pagando um preço alto, mas vamos fazer a coisa certa e a Prefeitura ficará ajustada”

Ao iniciar a entrevista concedida neste sábado, dia 8, ao programa “Sala de Redação”, o prefeito Gustavo Soares declarou que sua administração tem tido o cuidado e preocupação de “caminhar com passos firmes e sem gambiarras” e que os fatos perpetrados pela gestão anterior, que tantos problemas causaram à Prefeitura, servem para se colher todo um aprendizado, mas, agora, a população assuense aguarda pelas iniciativas do governo municipal. Em sua prestação de contas o prefeito citou o equilíbrio fiscal como um objetivo a ser alcançado e, para tanto, uma série de medidas austeras tem pautado o Poder Executivo.

A abdicação das diárias em suas viagens; ausência de mídia institucional; redução de 65% nos postos comissionados; e, corte no número de contratações temporárias, foram medidas mencionadas por Dr. Gustavo para exemplificar as providências do governo a fim de conter custos. Responsável pelo resgate da dívida salarial dos servidores referente a dezembro/16 – somando mais de R$ 5 milhões entre remuneração e encargos –, o prefeito lembrou que, neste ano de 2017, sua gestão terá que quitar 14 folhas de pagamento com o funcionalismo.

Mas, enfatizou que a busca pela pontualidade é uma prioridade e que, já em março, 58% do pessoal recebeu seu salário dentro do mês trabalhado. Os 42% complementares terão seus créditos liberados nesta segunda-feira, dia 10. Na comparação com o volume comprometido com a folha de dezembro/16, a soma salarial de janeiro/17 representou uma diminuição de quase R$ 1 milhão. A revisão dos atos praticados no governo passado e que feriram a legislação eleitoral também foi citada como procedimento visando economizar.

Dr. Gustavo registrou que, apesar de toda a turbulência encontrada, é possível citar importantes investimentos já implementados o que faz com que considere que, embora exista todo o quadro de atribulação, o balanço geral do primeiro trimestre pode ser visto como razoável. Observou que, de forma gradual, os problemas – alguns concebidos intencionalmente – vêm sendo superados em todos os setores da administração e que, paulatinamente, a Prefeitura retoma sua capacidade de atender às demandas da sociedade. Declarou que tem conclamado todo o conjunto de servidores públicos para uma corrente de atitude com foco no resgate da Prefeitura enquanto instituição. No curso da entrevista o prefeito ainda respondeu todas as indagações lhe feitas dentro do programa.

Foto: Marcos Costa/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras