Facebook
22 de fevereiro de 2018 - Em:

Prefeito Gustavo Soares fará adesão do Assú ao programa Internet Para Todos

Já está pronto o ofício através do qual o prefeito Gustavo Montenegro Soares encaminhará ao ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, na capital do país, a solicitação para que Assú se integre ao programa Internet Para Todos, apresentado terça-feira, dia 20, pelo representante do Governo Federal. O ministro veio ao estado para lançar o programa em solenidade ocorrida na Escola de Governo, localizada no Centro Administrativo do Governo do Estado, em Natal.
O Assú compareceu à cerimônia através da secretária e adjunto da pasta municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca, Sônia França e Alexandre Douglas, respectivamente. A ação tem como objetivo levar internet de banda larga a milhares de localidades em todo o país. O programa Internet Para Todos levará banda larga para escolas, hospitais e localidades sem conectividade a partir do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas – SGDC, que custou cerca de R$ 3 bilhões ao Governo Federal, com vida útil de até 18 anos.
A partir de convênios com as prefeituras, serão instaladas antenas para conectar localidades sem banda larga. Hospitais e escolas também serão beneficiados por convênios firmados com os ministérios da Saúde e da Educação, respectivamente. Já a população das áreas beneficiadas terá um custo bem menor para se conectar à internet. Para Sônia França, o programa vai possibilitar que as comunidades rurais que serão beneficiadas recebam internet de banda larga de qualidade conectando-as com a rede mundial de computadores.
Ressaltou ainda que é meta do prefeito Gustavo Soares expandir o acesso de internet as mais longínquas comunidades do município socializando e fazendo uma verdadeira inclusão digital. Alexandre Douglas enfatizou que, agora que o programa foi lançado no estado e o município vai fazer sua adesão, o passo subsequente, depois que o convênio for oficializado, será cadastrar as comunidades, unidades escolares e Unidades Básicas de Saúde para receberem o sinal de banda larga do programa.

Imagens: Alexandre Douglas/Reprodução



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras