Facebook
TEMPO ASSÚ
Céu nublado
26°C
 
12 de março de 2019 - Em: ,

Prefeitura elaborará impacto financeiro visando efetivação de PCCR de servidores

Por determinação do prefeito Gustavo Montenegro Soares, a administração municipal do Assú vai confeccionar um levantamento a fim de identificar o choque econômico que será provocado com a implantação do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração – PCCR do funcionalismo público que ainda não é contemplado por tal mecanismo de ascensão profissional. Este foi o principal encaminhamento de uma reunião vivida nesta segunda, dia 11, no auditório da Secretaria de Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação. O encontro foi sugerido e teve a presença do prefeito Gustavo Soares.

A convite do chefe do Executivo, um grupo de servidores municipais que defendem a criação do PCCR participou da citada reunião. Lizandro Oliveira e Eurian Nóbrega, integrantes da direção do Sindsep-Assú, também se fizeram presente. Convocados pelo prefeito, também acompanharam a discussão os secretários Carlos Júnior (Assistência Social, Trabalho, Cidadania e Habitação), Pablo Ramos (Administração e Planejamento), Shirley Pinto (Educação e Cultura) e Viviane Lima (Saúde); a consultora de Projetos, Mariana Costa; e, o procurador geral do município, Fred Bernardo.

Em sua fala aos servidores, o prefeito Gustavo Soares reiterou o espírito permanentemente aberto ao diálogo de sua gestão com os servidores e toda a sociedade de maneira global, frisando que há total disposição do governo municipal de procurar criar as condições para atender o pleito da categoria, desde que dentro de uma compatibilidade com a realidade fiscal e financeira do município, e observando as implicações decorrentes do Termo de Ajustamento de Gestão – TAG firmado com o Ministério Público de Contas – MPC. “Nosso propósito é procurar garantir os direitos dos trabalhadores, mas sempre observando a legalidade”, disse.

Imagens: Marcos Costa



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras