Facebook
28 de junho de 2018 - Em:

Prefeitura obtém do CRO/RN desinterdição do CEO, embargado desde 2016

Depois de sofrer uma série de interdições por conta de falhas na estrutura detectadas pelo Conselho de Ética do Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Norte – CRO/RN, situação que se observou ainda na gestão passada, especificamente a partir de 2016, o Centro de Especialidades Odontológicas – CEO, do município do Assú, está oficialmente desinterditado. A informação é prestada pelo secretário municipal de Saúde, Luís Eduardo Pimentel Soares.

Ele declarou que a Prefeitura demandou tempo para atender às exigências legais a fim de fazer frente às adequações recomendadas pelo órgão fiscalizador. “As providências consumiram um período longo porque tivemos que seguir o que determina a legislação, com a realização de licitação e outras medidas, mas finalmente conseguimos realizar todo o trabalho para deixar o CEO de conformidade com as orientações técnicas do CRO”, salientou o secretário, acrescentando que a ação também seguiu a instrução do prefeito Gustavo Soares.

Os CEOs são estabelecimentos de saúde, participantes do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES, classificadas como Clínica Especializada ou Ambulatório de Especialidade. Os CEOs estão preparados para oferecer à população, no mínimo, os seguintes serviços: diagnóstico bucal, com ênfase no diagnóstico e detecção do câncer de boca; periodontia especializada; cirurgia oral menor dos tecidos moles e duros; endodontia; e, atendimento a portadores de necessidades especiais.

Imagem: Reprodução/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras