Facebook
6 de julho de 2018 - Em:

Prefeitura recupera mobiliário danificado e garante economia de recursos públicos

Seguindo o princípio da economicidade apregoado pelo prefeito Gustavo Soares, a Prefeitura do Assú prossegue com o trabalho de restauração dos bens públicos, sempre procurando garantir menor despesa para o erário municipal.

De acordo com o secretário de Administração e Planejamento, Marcos Campos, este comportamento adotado pela gestão já possibilitou a revitalização de diversos equipamentos públicos com um custo-benefício bem mais em conta para os cofres municipais.

A opinião é comungada pelo coordenador executivo de Almoxarifado e Patrimônio, José Francisco Silva.

Ele conta que o setor identifica os móveis e demais utensílios que são aproveitáveis e tem agido no sentido de resgatá-los e assegurar que sejam reutilizados nos diversos setores da Prefeitura.

Desta forma a Prefeitura tem conseguido baratear significativamente os custos, que seriam elevados se todos os móveis fossem considerados inservíveis e tivéssemos que comprar novos”, explicou.

José Francisco cita, como exemplo, o recente processo de manutenção de diversas cadeiras/poltronas advindas dos mais variados órgãos da administração que estavam estragadas ou completamente deterioradas.

Nesta ação, revelou o coordenador executivo de Almoxarifado e Patrimônio, a prefeitura investiu recursos financeiros na ordem de R$ 7.885,00, possibilitando o reaproveitamento de 158 cadeiras/poltronas.

Se fosse para adquirir novos móveis do gênero a prefeitura teria que aplicar pelo menos três vezes mais que este valor”, disse.

Imagens: Alex Silva/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras