Facebook
TEMPO ASSÚ
Algum sol
32°C
 
6 de fevereiro de 2018 - Em:

Secretário realça importância da presença da população em Audiência Pública

Depois do levantamento feito sobre as áreas dentro do município com possibilidade de sofrer inundações durante o período invernoso, o Ministério Público Federal – MPF, em parceria com a Prefeitura do Assú, realizará uma Audiência Pública para levar ao conhecimento de todo o conjunto da sociedade a real dimensão do problema e as medidas que precisam ser implementadas como precaução para evitar uma eventual tragédia, além de permitir que a própria população se expresse de vista sobre a questão. O debate com tal fim está aprazado para esta quarta-feira, dia 7, a partir de 9 da manhã, no Plenário da Câmara de Vereadores.

O procurador federal Victor Queiroga e o prefeito Gustavo Soares estarão presentes. Conforme o secretário municipal de Meio Ambiente, Jonaelson Medeiros, quatro canais naturais que permitiam o fluxo d’água das águas de chuva para o leito do rio Piranhas-Açu, atravessando a extensão da cidade, sofreram obstrução ao longo dos anos. “Isso tem trazido consequências danosas para o município, inclusive com prejuízos em algumas casas como os que ocorreram na recente chuva”, declarou, destacando a importância de que possa ocorrer uma significativa participação da coletividade na Audiência Pública de quarta-feira.

“Será um instante em que será explicado quais são esses pontos críticos e quais ações necessitarão ser tomadas, lembrando que algumas recomendações vêm direto do Govero Federal e serão acompanhadas pelo próprio Ministério Público”, observou Jonaelson Medeiros. O titular da pasta de Meio Ambiente lembrou que os problemas detectados durante a inspeção são antigos. “Inclusive há inquérito aberto em virtude de problemas que foram detectados em abril de 2013, sem que fosse tomada nenhuma medida para solução do problema”.

Imagem: Alex Silva/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras