Facebook
12 de agosto de 2020 - Em: ,

Setor de Endemias atesta que uso de carro-fumacê reduziu notificações de arboviroses

Após três semanas de intensificação das ações de enfrentamento ao Aedes aegypti, transmissor da dengue e outras arboviroses, com o uso de uma frota de três veículos Ultra Baixo Volume (UBV), o popular carro-fumacê, compreendendo todo o perímetro urbano e parte da zona rural do município, o Setor de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, da Prefeitura do Assú, pôde experimentar uma substancial diminuição na quantidade de notificações de casos que têm o mosquito como agente vetor. A afirmação é do servidor público Luiz Antônio, coordenador do referido órgão de combate e prevenção às doenças endêmicas.

A 2ª Unidade Regional de Saúde Pública – URSAP, em Mossoró, disponibilizou 500 litros do inseticida para que os carros-fumacê pudessem atuar de forma efetiva através da borrifação, dos 500 litros disponibilizados, foi necessário consumir apenas 490 litros do produto químico dentro dos ciclos planejados. Luiz Antônio diz que, agora, o órgão sequenciará o trabalho com foco na eliminação de larvas e criadouros do inseto. Neste estágio, será retomado o projeto “Bota Fora Contra o Aedes”, executado em parceria com outros setores da Prefeitura do Assú, e que consiste na retirada de toda espécie de material inservível que possa servir para a proliferação do mosquito.

Imagem: Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras