Facebook
TEMPO ASSÚ
Céu quase limpo
27°C
 
20 de julho de 2018 - Em:

Documento que pautará debate público pode ser consultado no site oficial

O Diagnóstico Técnico-Científico do Plano Municipal de Saneamento Básico – PMSB que será objeto de Audiência Pública dia 25 deste mês, quarta-feira próxima, a partir de nove da manhã, na Câmara de Vereadores do Assú, evento que se constitui num dos estágios finais do processo de confecção do Plano, está com seu conteúdo à disposição de todos que desejarem consultá-lo. O acesso ao teor do documento se dá através do portal oficial da Prefeitura – www.assu.rn.gov.br –, ícone “Serviços”, aba “Plano Municipal de Saneamento Básico”. A realização é aberta à participação de todos os setores da sociedade assuense.

De acordo com informação do secretário de Meio Ambiente e integrante do Comitê de coordenação do PMSB, Jonaelson Medeiros, o debate aberto vai permitir que todos os pontos do Diagnóstico Técnico-Participativo possam ser apresentados pela equipe técnica da Start Pesquisa e Consultoria Técnica Ltda., empresa que executa o trabalho de elaboração do Plano. Ele explica que o que será apresentado e levado à deliberação plenária ainda tem caráter preliminar e pode sofrer alterações. “O objetivo da audiência é justamente possibilitar que o Diagnóstico possa ser aperfeiçoado, caso haja necessidade”, disse o secretário.

O ponto inicial da construção do PMSB ocorreu com a primeira Audiência Pública realizada dia 17 de janeiro passado no Cine Teatro Pedro Amorim. Presente à ocasião, o prefeito Gustavo Soares enfatizou que é fundamental que o PMSB possa expressar o que almeja e pretende a maioria da coletividade assuense. “Nosso governo tem como meta ir à base dos problemas e procurar solucioná-los com ações estruturantes, e este Plano será uma ferramenta vital para empreendimentos que virão agora e daqui a vinte anos”, declarou o chefe do Executivo ao se pronunciar na citada oportunidade.

Imagem: Deybson Werick/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras