Facebook
19 de outubro de 2017 - Em:

Prefeito discutiu otimização de projetos para captar recursos com incentivos fiscais

A ideia de que o Poder Público seja parceiro de ações de capacitação que se revelem plurais e contínuas pautou grande parte de um encontro de trabalho na manhã desta quinta-feira, dia 19, no gabinete do prefeito Gustavo Montenegro Soares. Ao lado do secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Luís Oliveira; da secretária adjunta de Finanças, Aparecida Dantas; e, do Agente de Desenvolvimento Municipal, Wallison Farias, o prefeito debateu o tema com Raphael Ribeiro, da empresa Incentive.

Desde 2009 no mercado, a Incentive é voltada exclusivamente para o desenvolvimento e gestão de projetos ligados a mecanismos de incentivos fiscais como a Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), Fundo da Infância e Adolescência, Fundo do Idoso, entre outros de âmbito federal. Atua também na capacitação de empresas (patrocinadoras e proponentes de projetos), entidades sem fins lucrativos, líderes empresariais e agentes comunitários que desejam se aperfeiçoar no que diz respeito aos mecanismos de incentivo.

O dirigente forneceu informações sobre o projeto CAPACITAR, que consiste no intercâmbio sociocultural para melhoria da qualidade de vida de populações carentes, por meio da capacitação de seus líderes e agentes culturais. A proposta original prevê a melhoria da qualidade de vida, a inclusão social e a sustentabilidade econômica com geração de renda, por meio do aumento da oferta de entretenimento gratuito e democrático, o resgate e a valorização da cultura, e principalmente, a capacitação de agentes comunitários e entidades sociais junto às comunidades de municípios afastados dos grandes centros.

Outra ação do gênero é o projeto ÉCOM.VC, seguindo critérios fixados pelo BNDES, focado em ações socioambientais com aplicação de conceito em quintais produtivos com aperfeiçoamento de habitantes do Projeto de Assentamento Professor Maurício de Oliveira e da comunidade rural de Bela Vista Piató, com 15 participantes selecionados através de processo conduzido pelos líderes comunitários locais. “Os projetos são de extrema importância, pois vão ao encontro dos anseios da população que precisa de qualificação para crescer e fortalecer os aspectos financeiros das famílias, formando empreendedores em diversos setores da economia”, registrou Gustavo Soares.

Imagem: Deybson Werick/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras