Facebook
15 de dezembro de 2017 - Em:

Prefeito Gustavo Soares debateu com MPF situação de áreas sob risco de inundação

Um dos compromissos de trabalho do prefeito Gustavo Montenegro Soares nesta quinta-feira, dia 14, se observou na instância da representação do Ministério Público Federal – MPF, em Assú. O chefe do Executivo foi recebido em audiência pelo procurador federal Victor Queiroga. O gestor municipal se fez acompanhado na ocasião pelo procurador geral do município, Frederico Bernardo; o controlador geral do município, Pablo Ramos; e, o secretário de Meio Ambiente, Jonaelson Medeiros.

O diálogo com o titular do MPF versou sobre o mapeamento realizado em Assú pela Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais – CPRM, empresa pública vinculada ao Ministério de Minas e Energia com as atribuições de Serviço Geológico do país. Este organismo tem como missão gerar e difundir conhecimento geológico e hidrológico básico para o desenvolvimento sustentável do Brasil. Documento exibido pelo MPF identifica pontos do Assú potencialmente apontados como espaços físicos passíveis de alagamentos.

A partir da notificação feita ao município pelo MPF, o prefeito Gustavo Soares propôs que, pela relevância do tema e a necessidade de ampliar a discussão para todo o conjunto da sociedade assuense, possa ser amadurecida a realização de uma Audiência Pública sobre os pontos habitados do município e que se situam dentro de zonas consideradas sob ameaça de inundação. Será uma oportunidade, observou o prefeito, para dar ciência do caso à população e tratar das medidas que deverão ser adotadas em caso de necessidade de evacuação.

 Imagens: Marcos Costa/Assessoria



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras