Facebook
3 de dezembro de 2019 - Em:

Prefeitura começa a operar Aterro Controlado que vai permitir desativação do lixão

Imagens: Samuel Fonseca

“Trago aqui uma notícia que certamente está entre as mais importantes de Assú dos últimos tempos. A partir de hoje, sexta-feira, 29 de novembro, iniciamos a operacionalização do Aterro Controlado que, mais do que unicamente um espaço apropriado para destinar o lixo que é recolhido em todo o município, representa a desativação do lixão da cidade”. A declaração feita pelo prefeito Gustavo Montenegro Soares expressa todo seu contentamento pela concretização de uma realização que se constitui numa das mais significativas de seu mandato à frente da chefia do Poder Executivo municipal.

“Um problema crônico que existia há décadas e que, além de ocupar uma área inadequada, ultimamente vinha sendo motivo de preocupação pelos transtornos à saúde da população por conta dos focos de incêndio que se observaram lá. Esta obra estruturante, um investimento com recursos próprios de mais de 250 mil reais, mostra a responsabilidade e seriedade do nosso governo em encarar um desafio que foi deixado de lado por outras administrações e reafirma, principalmente, nosso compromisso em garantir o funcionamento de um local conveniente para o recebimento de todo o lixo do Assú”, festejou o gestor.

O primeiro carregamento de resíduos sólidos no espaço físico do Aterro Controlado foi realizado na tarde desta sexta-feira sob acompanhamento das secretarias municipais de Obras e de Serviços Públicos. O empreendimento foi acordado formalmente com o Ministério Público Estadual – MPE, o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – IDEMA e a Procuradoria Geral do Estado – PGE, tendo sua execução a cargo da empresa S. B. da Silva Comércio e Serviços EPP, vencedora da licitação pública com este fim, ocorrida no mês de maio de 2018. O valor do investimento, com recursos próprios, contabilizou R$ 251.737,30.



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras