Facebook
28 de dezembro de 2018 - Em:

Sondagem de terreno visa implantação de células de captação do Aterro Controlado

Esta semana foi iniciada a fase de sondagem SPT da área do Aterro Controlado do Assú que será utilizada para abrigar os núcleos de captação dos resíduos sólidos. A tarefa foi acompanhada pelos secretários municipais Marcelo Galvão (Obras) e Samuel Fonseca (Serviços Públicos). Sondagem SPT é executada no transcorrer da sondagem à percussão, com o propósito de obter índices de resistência na penetração do solo. Consiste no reconhecimento dos tipos de solos e as respectivas espessuras de cada camada do terreno.

A construção das unidades de captação representa o estágio conclusivo da obra de engenharia para, em seguida, possibilitar o efetivo funcionamento do Aterro Controlado. O empreendimento encaixa-se no propósito do prefeito Gustavo Montenegro Soares de debelar problemas crônicos encontrados por sua gestão. A edificação do Aterro Controlado, situado na zona rural do Assú, espaço que vai garantir a destinação adequada para os resíduos sólidos e detritos em geral, está com sua obra física estrutural praticamente finalizada.

O empreendimento foi acordado formalmente com o Ministério Público Estadual – MPE, Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – IDEMA e a Procuradoria Geral do Estado – PGE, tendo sua execução a cargo da empresa S. B. da Silva Comércio e Serviços EPP, vencedora da licitação pública com este fim, ocorrida no mês de maio deste ano. O valor do investimento é de R$ 251.737,30. A realização é mais um compromisso firmado com a população do Assú que está em processo de resgate pelo prefeito Gustavo Soares.

Imagem: Alex Silva



 
O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras